Divórcio pode ser realizado pela via extrajudicial

Os casais decidem romper os laços matrimoniais podem fazê-lo pela via extrajudicial, ou seja, em cartórios. O divórcio extrajudicial foi regulado pela Lei 11.441 de 2007.

Porém, para isso, é necessário seguir alguns requisitos, por exemplo, a presença de um advogado, seja um para cada parte ou compartilhado. Outro requisito, é que ambos estejam aptos a tomar decisões e estejam em pleno acordo com todas as cláusulas, caso uma das partes esteja impossibilitada ou não concorde com a divisão de bens, por exemplo, não será possível que ocorra fora dos tribunais.

Veja a seguir todos os requisitos para que o divórcio seja realizado pela via extrajudicial:

– Consenso entre as partes;

– Assistência de um advogado que pode ser as partes;

– A mulher não pode estar grávida;

– Filhos menores ou incapazes não impedem que o divórcio seja feito em cartório, porém, é necessário que tenha sido acordado anteriormente em juízo questões como guarda, pensão e visitas.

É importante verificar todos os documentos necessários para que não seja preciso mais idas ao cartório, inclusive documentos que comprovem a descrição dos bens comuns, fora os pessoais do casal e filhos.

O divórcio extrajudicial é mais rápido e prático e exige menos desgaste do casal.